26.7.17

os cantos calmos dentro do furacão


Essa semana seria a mais louca do ano, acho, se não fosse por esse feriadinho na quarta (feriado municipal, ta gente? Foi só na cidade onde eu trabalho). Deu pra dar uma respirada, mesmo com o nariz congestionado por causa da gripe. Aliás, deixa eu compartilhar uma coisa que descobri no meu médico segunda. Eu trabalho com crianças (faz dois meses já! como passa!) e ele disse que por conta disso meu organismo entende que voltei a ser criança, por isso to doente. Vai ser assim durante um ano mais ou menos, até meu corpo se acostumar com a nova rotina. Engraçado isso, né?! To contando pra todo mundo que vejo, hahaha. Nosso corpo é muito doido.

Mas voltando. Tô em modo avião hoje e essa calmaria toda é até estranha. É a primeira vez que passo o dia todo na casa nova e é bem tranquilo aqui, levando em conta que moro em uma avenida. Dia primeiro as minhas aulas voltam, então vai demorar pra ter dias como esse de novo, tem que aproveitar. Dormir as horas que faltam. Postar aqui. Na sessão devaneios, porque é a única que vou conseguir alimentar no momento, me desculpem!


Também tirei o dia pra ler. No refeitório da creche onde eu trabalho tem uma estante, é tipo uma mini biblioteca. Emprestar, ler, devolver. Peguei um livro ontem (na verdade já peguei vários) por causa da capa (sou dessas) e comecei a ler no ônibus enquanto voltava pra casa. São contos "escritos por crianças". Pretendo falar sobre eles aqui, aí você vai entender o porquê das aspas ali. Keep calm e segura essa curiosidade. 

Eu até diria "que quinta e sexta passem voando", mas por que tanta pressa, né?
Desfrutem desse restinho de semana com calma.
um dia de cada vez.
aproveitando o melhor que eles tiverem a oferecer.
como to tentando fazer.
Beijo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário