"Você é quieta, né?"

18/11/2019

Se tem uma pergunta que eu sempre escuto de desconhecidos, é essa. Mais até do que "qual é o seu nome?" acho. Às vezes a pessoa nem sabe meu nome, mas ela faz questão de, no meio de uma conversa em grupo, na qual eu estou inserida, mas não estou falando nada, olhar pra mim e DO NADA soltar um "nossa, mas você é quieta, né? Não falou nada até agora!".

Ó minha deusa, me ajude!

Por muito tempo eu perdi segundos preciosos da minha existência explicando para este ser humano que "sim, eu sou quieta. Prefiro escutar"... e eu nem conheço você, criatura! Não sou do tipo que tagarela com pessoas desconhecidas, eu sou do tipo que observa pessoas desconhecidas (prazer, virginiana melo!). Introversão, sabe como é, né? Mas me coloca no meio dos meus amigos pra você ver eu não calar a boca nunca mais. 

Lógico, a resposta que eu dava pras pessoas parava ali nas aspas. O resto é entrelinha.
Hoje eu nem perco meu tempo mais.

"Você é quieta, né?"
"Aham."

Mesmo já tendo me acostumado a ouvir essa pergunta em TODO LUGAR que eu vou  - onde tem pessoas que eu não conheço ou conheço, mas não tenho intimidade -, eu ainda acho ela bastante desconfortável.

Às vezes, mais do que introvertida e observadora, a pessoa é tímida e não quer ser notada - como já foi muito o meu caso -, aí o fulano da pergunta faz o quê? Desvia totalmente o foco da conversa pro ciclano quieto e faz TODO MUNDO olhar pra ele. Pronto, essa é a receita pra matar um tímido. NÃO FAÇAM.

A pessoa ta quieta, deixa ela quieta, meu! Que cobrança chata por extroversão e tagarelice o tempo todo. Apreciem um pouco o silêncio.

Imagem relacionada


8 comentários:

  1. Ameiii ler essa postagem Le, você está certa. Geralmente eu sou bem quieta e tímida quando conheço pessoas novas, mas com quem eu tenho mais intimidade eu solto a geminiana dentro de mim, eu também não calo a boca com meus amigos hahaha. Eu já fui intimidada por um cara (amigo de amigo) uma vez quando eu era a única que não queria participar do "EU NUNCA", porque eu só queria ficar na minha. Ele ficou pegando no meu pé e ficou mó climão na roda, eu toda vermelha de vergonha e raiva, desejando ser um foguete para decolar para bem longe. Ainda fico meio constrangida só de lembrar, mas essas coisas só entende quem é que nem a gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se as pessoas soubessem como é maravilhoso (e como a gente fala) quando elas nos deixam confortáveis, não ficariam forçando a barra, né? Eu não entendo qual a necessidade de fazer o que esse cara fez contigo, e ainda estragar a brincadeira... nunca vou entender essas pessoas.

      Excluir
  2. Também sou introvertida, e fico muito irritada quando acontece isso. Coisa de gente sem noção que acha que todo mundo tem que possuir os mesmos comportamentos, além de encararem a extroversão como ''normalidade'' e a introversão como ''anormalidade''. Preguiça infinita dessas pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim! Tá mais do que na hora das pessoas entenderem que introversão não é uma doença e nem nada disso. Não tem nada de errado em ser introvertido, não é algo que precisamos curar. E, mais ainda, precisam entender que introversão e timidez são coisas diferentes.
      Concordo com você, dá uma preguiça...

      Excluir
  3. às vezes acho que essas pessoas deviam me agradecer por ser quieta (porque se eu fosse falar tudo o que eu gostaria de falar rssssssssss)
    se bem que na maioria das vezes simplesmente não tenho o que falar.
    eu não gosto quando me sinto forçada a participar de uma conversa. e eu costumo perceber quando outras pessoas tão se forçando a isso também.
    é tão mais legal agir naturalmente, com leveza, sem se provar pra ninguém, né? gosto muito quando minha participação nas conversas flui naturalmente. me sinto à vontade e a conversa passa a fazer sentido de verdade! :)

    a dúvida que fica é: porque o meu silêncio incomoda tanto algumas pessoas?
    acho que nunca entenderei hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha já dei respostas desse tipo: você devia me agradecer por estar quieta!
      Acho que nada que é forçado é legal, né? A situação fica incômoda pra todo mundo, quem força e, principalmente, quem está sendo forçado a falar. Conversas levinhas são mais gostosas, concordo.
      Também nunca vou entender porque meu silêncio incomoda tanto. E mais, não entendo como, algumas vezes, ele incomoda mais do que determinadas falas (preconceituosas, por exemplo)...

      Excluir
  4. Caramba, queria soltar essas estrelinhas sempre que isso acontece grrrr. É muito chato quando isso. Me identifico completamente, pra mim é muito mais gostoso ouvir, tem tanta gente por ai que não consegue fazer isso né? poxa, cada um é do seu jeito. A conversa fica muito mais legal quando o diálogo é natural e não forçado. Beijos Le, se cuida ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. né? eu me seguro pra não soltar as entrelinhas e fazer um discurso, hahaha. acho que vou começar a só enviar esse texto aqui pras pessoas.
      o fato de cada um ser de um jeito é tão lindo, né? a naturalidade é linda!
      beijos! se cuide.

      ps: qual é seu blog? visitei seu perfil e não encontrei nenhum link...

      Excluir

Fico feliz com o seu comentário!
Respondo ele lá no seu blog, ok? ;)